Laserterapia na Odontologia

Os procedimentos odontológicos têm um grande aliado que é a laserterapia. Através da emissão de feixes de lasers específicos, os  tecidos alterados sofrem influência desta luz, promovendo reações biológicas como a aceleração no processo de cicatrização, redução de processos inflamatórios, diminuição da dor.

Os benefícios da laserterapia são inúmeros na odontologia, todavia há necessidade que o profissional tenha conhecimento do equipamento, bem como capacitação para determinar parâmetros corretos das irradiações.

O correto diagnóstico e um tratamento convencional adequado são fundamentais para os procedimentos clínicos. A laserterapia serve para complementar ou até melhorar a qualidade do tratamento, com mais conforto para os pacientes.

Como é o laser usado na odontologia?

– Existem duas modalidades de lasers utilizados em odontologia: os lasers de alta potência (para procedimentos cirúrgicos e preparos de cavidades nos dentes) e os de baixa potência (laserterapia). Na laserterapia, o laser mais utilizado é o de diodo, com comprimentos de onda no visível (vermelho) e infra-vermelho.

Qual vantagem da laserterapia após uma extração dental?

– Após uma extração dental, a laserterapia pode proporcionar um pós-operatório mais confortável, reduzindo a dor e edema, com aceleração no processo de cicatrização. O mesmo é válido para a maioria das cirurgias orais como instalação de implantes, cirurgia periodontal, etc.

No caso de aftas, a laserterapia diminui da dor?

– Sim. Observa-se um alívio e acelera o processo de reparação.

A laserterapia ajuda no caso de herpes simples?

– Sim. Um fato interessante é que se a laserterapia for realizada antes do aparecimento das vesículas, pode praticamente inibir as manifestações clínicas da herpes simples. Após esta fase, a laserterapia poderá acelerar o processo de cicatrização.

A dor na ATM (articulação temporo-madibular) pode ser tratada com o laser?

– A laserterapia funciona como um coadjuvante neste tratamento, podendo diminuir a dor, inflamação e agir como relaxante muscular. Há necessidade do correto diagnóstico e tratamento para cada caso.

Na sensibilidade com água gelada, a laserterapia é efetiva?

 Tendo ação analgésica, a laserterapia pode reduzir a dor nas áreas sensíveis do dente próximo à gengiva. Deve-se ficar claro que a avaliação da causa e o correto tratamento devem ser levados em consideração. A laserterapia também pode ser indicada após a raspagem de cálculos, reduzindo a sensibilidade dental.

A laserterapia ajuda no clareamento dental?

– No procedimento de clareamento dental é comum o aparecimento de sensibilidade dental durante e após o clareamento no consultório. A laserterapia tem a finalidade de prevenir esta sensibilidade, proporcionando mais conforto ao paciente.

Qualquer tipo de dor pode ser solucionada com o laser?

– Não. Mesmo com os efeitos de analgésico, antiinflamatório e aceleração do processo de cicatrização, a causa da dor deve ser avaliada e medidas convencionais devem ser tomadas, independentemente do uso ou não da laserterapia. A vantagem do uso do laser neste caso seria reduzir os sintomas.

O que significa PDT?

– A PDT é a Terapia Fotodinâmica (PhotoDynamic Therapy). Ela é extremamente útil quando se busca redução de microrganismos em determinados procedimentos odontológicos como nos tratamentos endodônticos e periodontais. Basicamente utiliza-se de um corante fotossensível que é absorvido pelo laser, atuando nas bactérias.

Dr. Edgar Tanji

  • Cirurgião-dentista graduado pela FORP-USP, especialista, mestre e doutor em Dentística pela USP.
  • Habilitação em Laserterapia
  • Professor do Curso de Odontologia daFMU
  • Atende ESTÉTICA, Clínica Geral e Laserterapia na Clínica Odontológica Portal do Sorriso
  • CROSP: 36.544
2014-04-01T01:06:28+00:00

1 Comentário

  1. Gui 7 de julho de 2018 em 05:11 Resposta

    Olá qual valor da laserterspia, tratei uma cárie profunda e agora o dente sensível a gelado

Escreva um Comentário