fbpx

Clareamento Dental: Deixe seus dentes brancos com saúde!

Clareamento dental é um dos tratamentos que mais geram demanda de nossos pacientes, bem como dúvidas. Muitas pessoas não sabem se podem fazer, como fazer, quando fazer. Não são poucas as receitas caseiras que vemos na internet, e infelizmente algumas vezes recebemos pacientes emergenciais por danos causados por elas.

Apesar de ter um forte efeito estético, o clareamento dental é um tratamento de saúde, e como tal deve ser feito e acompanhado por profissionais. Neste texto, vamos tentar esclarecer as principais dúvidas que recebemos sobre o tema.

Caso ao final da leitura você ainda tenha dúvidas, agende uma avaliação com nossos profissionais. É comum que em um assunto tão técnico as pessoas sintam-se inseguras, e com a quantidade de informações – algumas verdadeiras, outras não – que temos na internet, este medo só aumenta.

Clareamento dental é seguro?

Antes de começarmos, vamos já esclarecer a maior e mais importante dúvida: clareamento dental, se feito da maneira correta, é absolutamente seguro. Pode ser que você tenha lido por aí que clareamento desgasta os dentes, tira o esmalte e a proteção natural deles ou até mesmo deixa sua boca exposta a fungos e bactérias.

Isso é tudo mentira, e o procedimento é bastante simples e seguro. O Clareamento Dental é algo que pode ser aplicado a todos, considerando as exceções abaixo, desde que respeitadas as normas de higiene e manipulação necessárias.

Com este tratamento, você poderá ter os dentes mais brancos, deixar seu sorriso mais bonito e melhorar sua autoestima.

Quem pode fazer clareamento dental?

Não importa o tipo de clareamento, caseiro ou no consultório, é necessário que o paciente seja submetido a uma avaliação profissional com um dentista antes de fazer o procedimento. Isso vai garantir que pessoas que possam ter alguma contra indicação iniciem o tratamento e venham a ter problemas mais sérios depois.

A princípio, as pessoas que podem ter algum problema em relação ao clareamento dental são os menores de 15 anos, gestantes, lactantes, pacientes com restaurações estéticas extensas, coroas protéticas ou raízes expostas. Entretanto, mesmo essas pessoas talvez possam passar pelo procedimento, desde que um cirurgião dentista aprove, daí a importância da avaliação.

Para cada pessoa o tratamento terá um resultado diferente, devido às condições particulares de cada organismo. Pode ser que a reação ao clareamento dental seja muito mais intensa em um indivíduo em relação ao outro, e até pode acontecer da mesma pessoa ter resultados diferentes em dois tratamentos. Não existe uma regra, nem uma garantia de que a pessoa terá determinado tom nos dentes.

Por que fazer o clareamento dental?

Se uma pessoa está com a boca saudável, por que submeter-se a um tratamento extra, como o clareamento dental? Além do benefício estético, o clareamento é uma forma de controle de saúde.

Todos nós temos, por biologia, dentes brancos. Uns mais claros, outros menos, mas todos temos um sorriso da coloração branca. Os nossos hábitos alimentares e de estilo de vida, como o tabagismo, por exemplo, fazem com que acumulemos substâncias em todo o nosso corpo: dentes, pele, cabelo, etc. Portanto, quando nossos dentes deixam de estar brancos, significa que alguma coisa não anda bem em nosso corpo, ou que acumulamos muitas dessas substâncias que na maior parte das vezes são prejudiciais.

Nicotina, cafeína, entre outros, são vilões da nossa saúde, e em especial de nossa boca, e ter os dentes brancos é uma forma de controlar o quão rápido estamos deteriorando a nossa saúde bucal.

Além disso, ter um belo sorriso pode ser uma das formas de combate à depressão. A nossa boca é um dos maiores indicativos de como anda a nossa autoestima, e muitas pessoas que têm qualquer problema no sorriso (seja amarelamento ou falta de dentes) tende a deixar de sorrir.

O que no início pode ser algo leve com o tempo se agrava, e a pessoa não quer mais tirar fotos, evita abrir muito a boca para falar e finalmente vai parar de sair de casa.

Como já abordamos na campanha Setembro Amarelo, depressão é coisa muito séria, e uma das principais ferramentas para combatê-la é um bom sorriso. Se for um sorriso limpo, com os dentes brancos, melhor ainda!

Clareamento caseiro ou no consultório?

Quem chegou até aqui já percebeu que há dois tipos de tratamento: feito no dentista, em um ou mais consultas (costuma ser algo entre 1 a 3 visitas); ou o caseiro por meio de uma placa na qual a pessoa coloca um produto antes de dormir.

Qual dos dois métodos é melhor para o clareamento dos dentes? Na verdade, ambos têm o mesmo resultado, se feitos da maneira correta. Na consulta de avaliação com seu cirurgião dentista, será possível determinar o melhor caminho a seguir.

Um evento comum de acontecer durante o tratamento é o aumento da sensibilidade dos dentes do paciente. É normal, e simples de resolver, com o uso de dessensibilizantes ou até mesmo com a diminuição da concentração do produto, quando aplicado em casa. Em ambos os casos, o acompanhamento profissional é primordial para a análise do que está sendo feito.

Quando fazer o clareamento dental?

É muito difícil estabelecer uma periodicidade, uma vez que cada organismo responde de forma diferente ao tratamento, e os hábitos das pessoas também interferem. É seguro dizer que uma vez dentro do período de 1 a 3 anos é importante fazer um clareamento.

Mas se uma pessoa fuma muito e bebe café em quantidade elevada, por exemplo, esse tempo pode ser ainda menor. Para outras, cujos hábitos não interferem muito na coloração dos dentes e que têm uma genética favorável, o tempo pode ser um pouco maior. Entretanto, a média da população acaba fazendo o tratamento dentro deste período de um a três anos.

Muitas pessoas questionam se o tabagismo e o café em excesso impedem o tratamento. Não há nenhuma contra indicação em relação a isso, entretanto é sabido que estes produtos irão prejudicar a eficiência e a durabilidade do clareamento dental.

Outros produtos como sucos concentrados com corante (na verdade, qualquer coisa com corante), extrato de tomate e qualquer outro produto que tenha cor muito forte e concentrada podem atrapalhar o tratamento e diminuir sua eficácia.

E os tratamentos com fórmulas caseiras, como bicarbonato de sódio?

Como dissemos no início do texto, há muita informação incorreta a respeito de clareamento dental, principalmente na internet. Sites, blogs, canais de YouTube supostamente especializados em dicas caseiras de estética muitas vezes fazem um desserviço à população.

Sem muito esforço de pesquisa, você irá encontrar uma dezena de produtos que supostamente irão clarear os dentes. A lista mais comum é: Carvão, maçãs, manjericão, sal, casca de banana, água oxigenada, cúrcuma, violeta de genciana, casca de laranja. Mas o grande campeão de todos é o bicarbonato de sódio.

Onze em cada dez textos na internet sobre receitas caseiras “infalíveis” no combate aos dentes amarelos trazem o bicarbonato de sódio como produto principal. Apesar de ajudar a tirar uma ou outra mancha na superfície do dente, este produto é incapaz de atuar nas limpezas mais profundas necessárias. Além disso, pode causar danos nos dentes e outros problemas na sua gengiva.

Os demais produtos da lista também não têm eficácia comprovada, e muitos deles podem ocasionar lesões e queimaduras na boca. Como falamos no início do texto, o clareamento dental é algo muito sério, e deve ser encarado como um tratamento de saúde.

Soluções caseiras não podem e nem devem ser levadas a sério, e sua aplicação pode acarretar outros problemas muito mais sérios.

Prevenção e campanha do clareamento

O Portal do Sorriso acredita em dois elementos fundamentais na busca do clareamento dental: a prevenção e o tratamento periódico. A prevenção se dá não somente nas boas práticas de higiene bucal, mas também na frequência que você visita o seu dentista.

Disponibilizamos aos nossos pacientes um programa de prevenção anual, no qual o paciente paga uma pequena mensalidade e faz desde consultas mensais (casos em que o paciente não consegue realizar uma higiene efetiva) até semestrais, dependendo da necessidade avaliada pelo dentista, para evitar que os problemas bucais apareçam. Para saber mais sobre isso, entre em contato com nossa equipe, agende sua avaliação e comece agora mesmo! Costumamos dizer que a melhor maneira de corrigir um problema nos dentes é fazer tudo o que for possível para que ele não exista, e quando isso for inevitável diagnosticar logo no início. Levamos tão a sério nosso programa de prevenção que damos até garantia aos nossos pacientes!

A segunda forma de ter um clareamento dental saudável e permanente é fazer o tratamento periodicamente. Neste mês de novembro, conseguimos negociar com nossos fornecedores e estamos com condições especiais de pagamento para quem fechar o clareamento, seja ele feito na clínica ou em casa!

Ligue para nós agora mesmo e pergunte sobre a campanha de clareamento dental.

Tenha um sorriso bonito e saudável, cuide da sua saúde!

Portal do Sorriso – Espaço de saúde e bem-estar

2019-11-25T13:47:29-02:00

Escreva um Comentário