Doenças transmitidas pelo beijo

Portal_do_Sorriso_-_Blog_-_Doenças_transmitidas_pelo_beijo

Em tempos modernos, onde a liberdade de expressão e atitudes é cada vez maior, o beijo é visto como algo corriqueiro. Que mal traria um simples beijo na boca numa noite de balada? A boca é uma fonte de muitos micro-organismos patogênicos (causadores de doenças) e, por isso, o beijo é uma forma de transmissão de doenças como simplesmente uma gripe ou até sífilis, que muitas pessoas pensam ser sexualmente transmitida somente.

A mononucleose infecciosa ou “doença do beijo” é uma infecção causada pelo vírus Epstein-Barr (EBV ou HHV-4). Essa doença nem sempre é diagnosticada porque os seus sintomas são muito semelhantes aos de uma forte gripe: febre persistente de 2 a 14 dias, tosse, cansaço, falta de apetite, calafrios, desconforto abdominal e vômitos. Uma vez infectado pelo vírus (que permanece incubado no organismo de 30 a 45 dias), o indivíduo terá essa enfermidade permanentemente! Ou seja, poderá repassá-la a outras pessoas, tanto por meio do beijo quanto pelo compartilhamento de objetos contaminados e também pela transfusão de sangue. Infelizmente, a maior parte dos portadores dessa doença desconhece o diagnóstico. Como nas demais viroses, a terapêutica se dá com a prescrição de antitérmicos, analgésicos, anti-inflamatórios e repouso. Quando constatada a doença, a conscientização é extremamente importante para que outros não continuem a ser contaminados.

Herpes labial é outra doença transmitida pelo beijo. Ela é causada pelo vírus Herpes simplex. A manifestação da doença se dá pelo aparecimento de pequenas bolhas em torno dos lábios, nas quais se encontra um líquido claro ou amarelado (responsável pela transmissão do vírus). Após o rompimento das bolhas, formam-se crostas que demoram de 7 a 15 dias para cicatrizarem. Assim como a mononucleose, o indivíduo contaminado sempre será portador do vírus. Situações como exposição ao sol, queda da imunidade, estresse e trauma podem desencadear o surgimento de novas lesões. O tratamento é feito com antivirais.

A meningite meningocócica é causada pela bactéria Neisseria meningitidis e também pode ser transmitida pelo beijo. Os sintomas da meningite compreendem febre, dor de cabeça, vômitos, diarreia e rigidez em alguns músculos. Pode haver ainda danos neurológicos irreversíveis (como, por exemplo, a surdez) e ser até mesmo fatal se não diagnosticada e tratada precocemente.

A sífilis pode ser transmitida pelo beijo e não só sexualmente, como imaginado pela maioria das pessoas. A transmissão da bactéria Treponema pallidum ocorre quando o indivíduo com sífilis tem uma ferida/lesão nos lábios ou na própria boca. A sífilis provoca o surgimento de ferida indolor na gengiva, nos órgãos genitais e nas palmas das mãos e dos pés, além de febre, dor de cabeça e pelo corpo, dor de garganta, tosse e manchas avermelhadas, chegando até a alterar o sistema nervoso central. Os sintomas podem desaparecer naturalmente, mas se não tratada adequadamente com uso de antibióticos, a bactéria permanece no organismo e pode provocar danos permanentes ao coração e ao sistema nervoso, podendo até mesmo ser fatal.

Tanto gripe como resfriado podem ser transmitidos pelo beijo. A gripe ocorre quando organismo é infectado pelo vírus influenza, enquanto o resfriado pode ser causado por vários tipos de vírus, como o rinovírus ou coronavírus. Os sintomas são febre, dores de cabeça e no corpo, tosse, coriza, mal-estar e fraqueza.

A tuberculose é causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, também conhecido como Bacilo de Koch. A transmissão da tuberculose pode ocorrer por meio do beijo. Os sinais e sintomas mais frequentemente descritos são tosse seca contínua no início, depois com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se, na maioria das vezes, em uma tosse com secreção purulenta ou sangue ao escarrar, cansaço excessivo, febre baixa geralmente à tarde, sudorese noturna, falta de apetite, palidez, emagrecimento acentuado, rouquidão, fraqueza e prostração. O tratamento da tuberculose é a base de antibióticos, no entanto, para que haja a cura, o paciente não pode parar com a ingestão correta dos medicamentos. A cura da tuberculose leva seis meses, mas muitas vezes o paciente não recebe o devido esclarecimento e acaba desistindo antes do tempo.

Lesões de cárie não são simplesmente cavidade ou “buracos” nos dentes. A cárie é uma doença causada por bactérias. Portanto, bactérias podem ser transmitidas pelo beijo e quando associadas com a má higiene, podem causar lesões de cárie. O principal sintoma da cárie é a dor de dente, com consequente destruição da estrutura dentária. Para prevenir a cárie recomenda-se escovar os dentes pelo menos 03 vezes ao dia, ao acordar e após as principais refeições e sempre usar o fio dental. Da mesma forma, observamos a infecção com bactérias causadoras da gengivite e periodontite.

Portanto, é essencial ter muito cuidado ao escolher quem você vai beijar e evitar múltiplos parceiros. Ao surgir qualquer lesão em sua boca ou qualquer sintoma diferente após um beijo, procure um dentista ou médico para que seja diagnosticada e tratada qualquer possível doença.

2017-11-10T22:21:28+00:00

Escreva um Comentário