Devo fazer tratamento odontológico/periodontal durante a gravidez?

Portal_do_Sorriso_-_Blog_-_Grávida_no_dentista

A gravidez é um período delicado, que exige grande mudanças na rotina da mulher e muitos cuidados adicionais. Nessa fase, é muito comum o aumento da inflamação e sangramento da gengiva decorrentes do aumento de hormônios circulantes. Muitas mulheres tem a ideia de que não se pode fazer nenhum tratamento odontológico durante a gravidez e outras pensam que não há nenhum impedimento. No entanto, alguns cuidados são necessários e existe realmente uma limitação.

A orientação correta em relação ao tratamento odontológico é de que sejam realizados somente procedimentos realmente necessários, que estejam causando dor ou grande desconforto. Tudo o que for possível de ser adiado, deve assim ser feito de preferência no segundo trimestre de gravidez e sempre com o consentimento do médico.

No entanto, diante da presença de gengivite ou de periodontite o tratamento periodontal se faz necessário. A inflamação gengival, juntamente com a presença das bactérias periodontais pode influenciar na produção de substâncias no organismo que estimulam contração uterina, podendo influenciar a ocorrência de parto prematuro e bebê de baixo peso ao nascer. Desta forma, quando a mulher percebe inflamação na gengiva durante a gravidez, ela deve procurar um periodontista para avaliar a situação. O tratamento periodontal pode e deve ser realizado. Mas, deve ser feito de preferência no segundo trimestre da gravidez e com o consentimento do médico que acompanha a grávida. No terceiro trimestre da gravidez, também é possível realizar o procedimento. Entretanto, a posição na cadeira odontológica pode causar hipotensão (queda da pressão arterial) devido ao tamanho da barriga, que gera compressão na região da veia cava inferior. Por isso, o procedimento nessa fase se torna mais incômodo e muitas vezes é necessário posicionar a grávida sentada para se conseguir realizar o procedimento. Além disso, existe um cuidado em relação ao uso de anestésico local, que deve ser específico para essa condição.

Se você está grávida e tem alguma dúvida em relação à sua saúde bucal, venha fazer uma avaliação em uma de nossas unidades!

2017-11-10T22:20:37+00:00

Escreva um Comentário