Creme dental com clareador funciona?

Cremes dentais (dentifrícios) com ação branqueadora são lançados constantemente no mercado e chamam a atenção dos consumidores devido à promessa de clareamento rápido, fácil e de baixo custo. No entanto, do ponto de vista científico (Veja o post sobre Odontologia Baseada em Evidência), ainda não podemos dizer se esses produtos são verdadeiramente eficazes e seguros quanto a ocorrência de efeitos colaterais.

Dentifrícios clareadores à base de peróxido são efetivos em promover clareamento quando comparados com substancias sem efeito clareador. De acordo com pesquisa científica de alto poder de evidência (revisão sistemática – Hasson e colaboradores, 2006), as diferenças na eficácia entre os diversos produtos existentes no mercado se devem à concentração dos agentes ativos. No entanto, há necessidade de mais estudos para avaliar os benefícios e os danos deste tratamento, pois há relatos de sensibilidade e irritação gengival após o uso dos peróxidos. Além disso, a utilização do peróxido de hidrogênio no dentifrício é limitada. Isso ocorre devido ao fato de que para haver efeito do peróxido de hidrogênio, há necessidade de que se coloque uma barreira que permita tempo de contato prolongado da substância com o dente. Fato que não é possível com o uso do dentifrício.

Outra substância clareadora presente em dentifrícios é o pirofosfato, que auxilia na prevenção de novas pigmentações ou até mesmo a cristalização da película e formação de cálculo. Esse efeito acontece porque essa substância se liga à superfície do dente. Mas isso só ocorre quando a higienização é realizada de forma correta. Ou seja, o creme dental sozinho não é capaz de limpar e/ou clarear os dentes.

Podemos verificar ainda a presença de abrasivos nos dentifrícios. Os abrasivos são essenciais para uma adequada remoção de placa dentária e manchas extrínsecas (externas), promovendo o polimento dentário. Os abrasivos mais comuns são fosfato de cálcio, sílica hidratada, carbonato de cálcio, bicarbonato de sódio, metafosfato de sódio insolúvel, papaína e polímero acrílico.

Pelos resultados dos estudos clínicos, o grau de eficácia parece ser similar entre o agente químico (pirofosfato) e os agentes mecânicos (abrasivos) presentes nos dentifrícios clareadores, sem efeitos adversos como os encontrados com o uso dos peróxidos.

Desta forma, é necessário ter cautela na utilização de novos produtos e sempre consultar o seu dentista antes de fazer a escolha da substância a ser utilizada. É importante dizer também que esses cremes dentais jamais promoverão um clareamento como aquele obtido pelo clareamento realizado pelo seu dentista e talvez possam ser indicados somente para ajudar na manutenção do clareamento obtido no consultório.
Procure uma de nossas unidades e veja as opções de clareamento que podemos oferecer. O Portal do Sorriso conta com profissionais competentes que podem indicar qual a melhor opção para cada paciente.

Texto elaborado pela Equipe Portal do Sorriso

2017-11-10T23:28:53+00:00

Escreva um Comentário